sábado, 8 de setembro de 2007

A ViDa NãO PáRa


Gostando mais ou menos das pessoas temos de aprender a respeitar o espaço delas, deixá-las gostar e sentir o momento delas, ter a calma de as apoiar sem sufocar…
A vida é isso, respeito pelo próximo…
O simples facto de as pessoas saberem que estamos ali, é bom, mas não somos nós que decidimos quando vamos ajudar ou achar que elas precisam de ajuda, temos sim de esperar que nos chamem, porque as pessoas chamam, muitas vezes através de pequenos sinais…
A vida não pára, todos os dias aprendemos algo novo.

Vamos dar laços e não nós...

7 comentários:

Dil disse...

tá muito nito gostei
tamos empre a aprender coisas novas, todos os dias, é vida é mesmo assim, nao para
beijo pa ti!

Dil disse...

"sempre" keria eu dizer rsrs
bejoka amiga

Diabba disse...

Isto parece o programe "Perdoa-me" hehehehehe

beijo d'enxofre

Miudaaa disse...

A vidaaa é mesmo assim, NÃO PÁRA... e nunca Pára de nos surpreender e revelar formas de estar de ser de querer, enfim... de VIVER.

gOStooo muitooo de ti VIDA, tal e qual como te recebo: L I V R E E E !!!

;-) !!!

vsuzano disse...

Pega lá uma LI....ana para dares mais um laço...

Beijos

SOL Sou Eu... disse...

Numa a capa de ter que “…respeitar os espaços” já vivi dramas de amigos a meterem uma bala nos cornos, tomarem compridos até exaustão, injectarem venenos nas veias até caírem de podres. Onde começa o respeito e acaba a consciência é uma linha tão ténue como um sopro de voz. Como explicar a um drogado que é drogado . . . quando ele acha que é consciente e tem tudo controlado, que precisa do seu espaço e da sua liberdade . . . ninguém tem o direito de interferir no seu prazer ou na sua necessidade. Quem sabe se não estará certo e o melhor é mesmo deixar-mos eles caírem para o outro lado da estrada...Será que são aptos para chamarem por ajuda, mesmo por pequenos sinais...ou quando isso acontece já é tarde e apodrece um corpo no chão ?!

Pois é ...a “Vida não para e todos os dias aprendemos algo de novo”...da pior ou da melhor forma..pelo amor ou pela raiva de nada termos feito...

Seriamente disse...

Se conseguirmos estar atentos vamos aprendendo a encontrar os pequenos sinais!
"Vamos dar laços..." e
abraços